Transportador, aqui está seu guia para entregas de sucesso


O impacto da logística é cada vez maior na economia brasileira. Dados como a Pesquisa Anual de Serviços (PAS), do IBGE, mostram que do montante de R$ 1,6 trilhão movimentado pelo setor de Serviços em 2018, 30% corresponde ao segmento de transportes. Se você é um transportador, deve estar se perguntando:

Diante desse cenário, como posso me diferenciar e conquistar a confiança das empresas?  Para te ajudar neste processo, criamos um guia com boas práticas para tornar a sua rotina de entregas bem-sucedida. Confira e aplique já!

Passo um: sua estrutura de profissionais importa

É fundamental quebrar um preconceito ainda existente no setor logístico. Muitas transportadoras fazem a leitura errônea de que sua rotina não demanda a contratação de profissionais capacitados. Do motorista ao líder de departamento, todos precisam estar preparados e estar aptos a lidar com as inovações da área de transporte.

Por isso, invista na gestão de pessoas, em treinamentos constantes e na consolidação da carreira de sua equipe. Algumas boas práticas neste sentido são:

            – Cursos de revisão sobre direção segura, manutenção preventiva e cuidados com a frota;

           – Treinamento sobre organização e gestão de estoque (o que garante a aplicação de metodologias que trarão mais agilidade no processo de separação e carga);

          – Foco no atendimento ao cliente: lembre-se de que seus profissionais são os representantes do seu negócio e é fundamental que eles saibam como atender as empresas quando estas buscam pelo seu serviço;

       – Cultura do feedback: destacar pontos de melhoria e premiar bons resultados são ações que contribuem para o engajamento do time, bem como transparência na relação entre líderes e equipes.

Passo dois: boa gestão da documentação

A rotina da transportadora envolve uma atenção especial à gestão de documentos. São diversas obrigações fiscais que envolvem a rotina de fretes e manter uma boa organização para ter em mãos os documentos atualizados é fundamental.

Organize, de preferência com o apoio de um sistema de gestão, as versões de materiais como o Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC), inscrição na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), validade das CNHs dos motoristas, licenciamento e IPVA da frota.

Além disso, existem os documentos emitidos a cada frete prestado, que precisam acompanhar a rotina de entregas. Esteja atento ao cumprimento da legislação e ao transporte destas notas junto com a carga.

O Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte eletrônico (DACTe), o Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica (DANFe) e o Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (DAMDFe) são alguns deles.

Sem a gestão unificada e a emissão correta destes documentos a transportadora – e o contratante – estão sujeitos a multas e consequentes atrasos na realização das entregas.

Passo três: utilize a tecnologia a seu favor

Um dos grandes desafios das transportadoras é garantir que o frete seja finalizado sem ocorrências. Para isso é essencial que central e frota possam se comunicar em tempo real e os motoristas tenham a opção de emitir alertas em caso de ocorrências. 

Por isso é tão importante, uma solução de Acompanhamento de Entregas é cada vez mais necessária à rotina de uma transportadora que busca ter entregas com baixo índice de devoluções. Com esse tipo de sistema é possível monitorar as frotas, verificar se as rotas desenhadas foram cumpridas e tratar ocorrências de entregas no momento em que ocorrem.

O monitoramento é ainda mais importante se a sua transportadora realiza a entrega de cargas sensíveis. Veículos refrigerados, por exemplo, precisam manter determinadas temperaturas para manter o produto com qualidade. Com o Tracking este e diversos outros fatores podem ser acompanhados com precisão.

Passo quatro: crie rotas otimizadas

Gastar mais do que o necessário não só compromete a lucratividade do negócio como resulta em atrasos e até danos à carga. Por isso, organizar a distribuição das entregas através de rotas bem planejadas é um passo essencial para o sucesso da sua transportadora.

Invista em soluções de roteirização integradas ao seu sistema logístico e com mapas atualizados da sua região de atuação. Assim, será mais fácil organizar as entregas de modo que elas aconteçam com o melhor custo-benefício, levando em consideração diversos fatores, como janelas de entregas, vias com restrições e prazos para encerramento do frete.

Passo cinco: comunicação com o cliente é tudo!

Além da organização interna, um fator ligado à área comercial também precisa ser incluído na rotina da transportadora. Realizar pesquisas de satisfação com os clientes e desenvolver boas práticas de feedback dão ao gestor uma visão real sobre como o mercado vê o serviço prestado. Com estes dados em mãos fica mais fácil definir métricas e iniciativas de melhoria contínua. Não deixe de ouvir seu cliente e, mais do que isso, atuar para melhorar a avaliação que ele faz da sua transportadora.

Estes são alguns passos essenciais para uma rotina de entregas de sucesso. O que mais você acrescentaria a essa lista?

Solicite uma Demonstração

Imagem: Muhamad Iqbal Akbar on Unsplash

Em um mercado cada vez mais competitivo, como se diferenciar e tornar a sua transportadora reconhecida? Neste guia você confere iniciativas fundamentais para a implantação de entregas de sucesso. Confira!


O impacto da logística é cada vez maior na economia brasileira. Dados como a Pesquisa Anual de Serviços (PAS), do IBGE, mostram que do montante de R$ 1,6 trilhão movimentado pelo setor de Serviços em 2018, 30% corresponde ao segmento de transportes. Se você é um transportador, deve estar se perguntando:

Diante desse cenário, como posso me diferenciar e conquistar a confiança das empresas?  Para te ajudar neste processo, criamos um guia com boas práticas para tornar a sua rotina de entregas bem-sucedida. Confira e aplique já!

Passo um: sua estrutura de profissionais importa

É fundamental quebrar um preconceito ainda existente no setor logístico. Muitas transportadoras fazem a leitura errônea de que sua rotina não demanda a contratação de profissionais capacitados. Do motorista ao líder de departamento, todos precisam estar preparados e estar aptos a lidar com as inovações da área de transporte.

Por isso, invista na gestão de pessoas, em treinamentos constantes e na consolidação da carreira de sua equipe. Algumas boas práticas neste sentido são:

            – Cursos de revisão sobre direção segura, manutenção preventiva e cuidados com a frota;

           – Treinamento sobre organização e gestão de estoque (o que garante a aplicação de metodologias que trarão mais agilidade no processo de separação e carga);

          – Foco no atendimento ao cliente: lembre-se de que seus profissionais são os representantes do seu negócio e é fundamental que eles saibam como atender as empresas quando estas buscam pelo seu serviço;

       – Cultura do feedback: destacar pontos de melhoria e premiar bons resultados são ações que contribuem para o engajamento do time, bem como transparência na relação entre líderes e equipes.

Passo dois: boa gestão da documentação

A rotina da transportadora envolve uma atenção especial à gestão de documentos. São diversas obrigações fiscais que envolvem a rotina de fretes e manter uma boa organização para ter em mãos os documentos atualizados é fundamental.

Organize, de preferência com o apoio de um sistema de gestão, as versões de materiais como o Registro Nacional dos Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTRC), inscrição na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), validade das CNHs dos motoristas, licenciamento e IPVA da frota.

Além disso, existem os documentos emitidos a cada frete prestado, que precisam acompanhar a rotina de entregas. Esteja atento ao cumprimento da legislação e ao transporte destas notas junto com a carga.

O Documento Auxiliar do Conhecimento de Transporte eletrônico (DACTe), o Documento Auxiliar da Nota Fiscal eletrônica (DANFe) e o Documento Auxiliar do Manifesto Eletrônico de Documentos Fiscais (DAMDFe) são alguns deles.

Sem a gestão unificada e a emissão correta destes documentos a transportadora – e o contratante – estão sujeitos a multas e consequentes atrasos na realização das entregas.

Passo três: utilize a tecnologia a seu favor

Um dos grandes desafios das transportadoras é garantir que o frete seja finalizado sem ocorrências. Para isso é essencial que central e frota possam se comunicar em tempo real e os motoristas tenham a opção de emitir alertas em caso de ocorrências. 

Por isso é tão importante, uma solução de Acompanhamento de Entregas é cada vez mais necessária à rotina de uma transportadora que busca ter entregas com baixo índice de devoluções. Com esse tipo de sistema é possível monitorar as frotas, verificar se as rotas desenhadas foram cumpridas e tratar ocorrências de entregas no momento em que ocorrem.

O monitoramento é ainda mais importante se a sua transportadora realiza a entrega de cargas sensíveis. Veículos refrigerados, por exemplo, precisam manter determinadas temperaturas para manter o produto com qualidade. Com o Tracking este e diversos outros fatores podem ser acompanhados com precisão.

Passo quatro: crie rotas otimizadas

Gastar mais do que o necessário não só compromete a lucratividade do negócio como resulta em atrasos e até danos à carga. Por isso, organizar a distribuição das entregas através de rotas bem planejadas é um passo essencial para o sucesso da sua transportadora.

Invista em soluções de roteirização integradas ao seu sistema logístico e com mapas atualizados da sua região de atuação. Assim, será mais fácil organizar as entregas de modo que elas aconteçam com o melhor custo-benefício, levando em consideração diversos fatores, como janelas de entregas, vias com restrições e prazos para encerramento do frete.

Passo cinco: comunicação com o cliente é tudo!

Além da organização interna, um fator ligado à área comercial também precisa ser incluído na rotina da transportadora. Realizar pesquisas de satisfação com os clientes e desenvolver boas práticas de feedback dão ao gestor uma visão real sobre como o mercado vê o serviço prestado. Com estes dados em mãos fica mais fácil definir métricas e iniciativas de melhoria contínua. Não deixe de ouvir seu cliente e, mais do que isso, atuar para melhorar a avaliação que ele faz da sua transportadora.

Estes são alguns passos essenciais para uma rotina de entregas de sucesso. O que mais você acrescentaria a essa lista?

Solicite uma Demonstração

Imagem: Muhamad Iqbal Akbar on Unsplash

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.

Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.

SOBRE A

Fundado em 2003, o KaBuM! foi um dos pioneiros no comércio eletrônico brasileiro e hoje é o maior e-commerce do segmento de tecnologia na América Latina.

Com mais de 20 mil produtos em seu catálogo, o KaBuM! está sempre à frente e traz em primeira mão os melhores lançamentos do mercado mundial. São mais de 8 milhões de pessoas atendidas e entregas realizadas em todas as regiões do país, totalizando mais de 5.000 cidades.

O e-commerce é um dos sites mais acessados do país e lidera o ranking das lojas virtuais mais recomendadas pelos consumidores brasileiros, no segmento de tecnologia*, com os principais índices de avaliação e selos de qualidade da internet.

LINCROS

Conheça outros semelhantes: