3 desafios de circulação nas cidades para atacadistas distribuidores


E tornar a rotina de entregas eficiente não é uma tarefa simples. Até porque, no Brasil, existem diversos desafios de circulação, especialmente nas grandes cidades. Para os atacadistas distribuidores, estes desafios podem tornar a operação inviável, se não forem levados em consideração já no momento da organização da distribuição.

Nós já falamos aqui no blog sobre uma pesquisa do Instituto de Logística e Supply Chain, que apontou três grandes problemas relacionados ao assunto. Na época, os pontos apontados como principais desafios de circulação logística eram trânsito, mão de obra qualificada e restrições de circulação.

Neste post, complementamos esta lista com outros 3 desafios cada vez mais recorrentes e que afetam, especialmente, os atacadistas distribuidores. Confira e conte pra gente: você concorda com essa lista? Também sente dificuldades em relação a estes pontos?

Qualidade da malha rodoviária brasileira

Este, claro, é um desafio de circulação que afeta praticamente todas as empresas. No Brasil, a malha rodoviária é o principal canal de vazão das entregas e os veículos precisam circular por locais que nem sempre recebem a devida manutenção.

Mesmo em estradas onde há a cobrança de pedágios, não são todos os trechos que contribuem para a boa circulação. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), apenas 14% das estradas brasileiras estão contempladas no plano de conservação do órgão, por conta do orçamento reduzido.

Ou seja: sem um bom planejamento de rotas, a possibilidade de perdas com dados à frota, atrasos de entregas e outros fatores relacionados pode se tornar um problema recorrente na logística do atacadista distribuidor.

Atacadista distribuidor: como aplicar a redução de custos operacionais

Segurança

Outro fator crucial para o atacadista distribuidor é a segurança da frota. Além da má conservação, muitas vias são consideradas perigosas, especialmente em horários noturnos. Segundo a Confederação Nacional de Transporte (CNT), 52% das vias apresentam problemas de sinalização. E não é só essa questão que deve estar no radar da empresa: vias perigosas por conta da incidência de assaltos precisam ser mapeadas e, sempre que possível, evitadas.

Por isso, além de investir em seguro de cargas, o setor logístico do atacadista distribuidor precisa adequar a rotina de distribuição para evitar qualquer dano também aos motoristas. Manter a comunicação com a frota em tempo real também auxilia neste processo, porque o condutor pode emitir alertas e receber apoio rapidamente em caso de algum problema de segurança.

Áreas de circulação restritas

Já levantamos este ponto em outro conteúdo e vale reforçar aqui: nas grandes cidades, além da situação de conservação das rotas e da segurança, há também as restrições. Muitas vias, especialmente nos centros, não permitem a circulação de veículos de grande porte.

Neste caso, o atacadista distribuidor precisa organizar de forma muito eficiente os pedidos, evitando que seu caminhão fique parado aguardando o horário de liberação da circulação. Além de optar por veículos menores para estes locais, o atacadista também deve contar com soluções de roteirização que utilizem mapas atualizados com frequência, contemplando possíveis alterações no trânsito da malha urbana.

Pontes e túneis também contribuem para o desafio de circulação porque impedem a passagem de determinados veículos. Neste caso, desvios são necessários para que a frota consiga finalizar as entregas. Sem contar que, no quesito restrição há ainda a dificuldade de parada nos grandes centros. Se o cliente não possui estacionamento próprio para carga e descarga este processo pode ser ainda mais moroso, já que o motorista precisa encontrar o lugar adequado para parar.

Na sua empresa, quais outros desafios de circulação fazem parte da rotina logística? Como seu atacadista distribuidor lida com essas situações? Conta pra gente!

Solicite uma Demonstração

Imagem: Revolver Creative Company on Unsplash

Você com certeza já percebeu que o setor de logística é desafiador quando o assunto é custos e aproveitamento de recursos, não é mesmo? 


E tornar a rotina de entregas eficiente não é uma tarefa simples. Até porque, no Brasil, existem diversos desafios de circulação, especialmente nas grandes cidades. Para os atacadistas distribuidores, estes desafios podem tornar a operação inviável, se não forem levados em consideração já no momento da organização da distribuição. Nós já falamos aqui no blog sobre uma pesquisa do Instituto de Logística e Supply Chain, que apontou três grandes problemas relacionados ao assunto. Na época, os pontos apontados como principais desafios de circulação logística eram trânsito, mão de obra qualificada e restrições de circulação. Neste post, complementamos esta lista com outros 3 desafios cada vez mais recorrentes e que afetam, especialmente, os atacadistas distribuidores. Confira e conte pra gente: você concorda com essa lista? Também sente dificuldades em relação a estes pontos?

Qualidade da malha rodoviária brasileira

Este, claro, é um desafio de circulação que afeta praticamente todas as empresas. No Brasil, a malha rodoviária é o principal canal de vazão das entregas e os veículos precisam circular por locais que nem sempre recebem a devida manutenção.

Mesmo em estradas onde há a cobrança de pedágios, não são todos os trechos que contribuem para a boa circulação. Segundo o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), apenas 14% das estradas brasileiras estão contempladas no plano de conservação do órgão, por conta do orçamento reduzido.

Ou seja: sem um bom planejamento de rotas, a possibilidade de perdas com dados à frota, atrasos de entregas e outros fatores relacionados pode se tornar um problema recorrente na logística do atacadista distribuidor.

Atacadista distribuidor: como aplicar a redução de custos operacionais

Segurança

Outro fator crucial para o atacadista distribuidor é a segurança da frota. Além da má conservação, muitas vias são consideradas perigosas, especialmente em horários noturnos. Segundo a Confederação Nacional de Transporte (CNT), 52% das vias apresentam problemas de sinalização. E não é só essa questão que deve estar no radar da empresa: vias perigosas por conta da incidência de assaltos precisam ser mapeadas e, sempre que possível, evitadas.

Por isso, além de investir em seguro de cargas, o setor logístico do atacadista distribuidor precisa adequar a rotina de distribuição para evitar qualquer dano também aos motoristas. Manter a comunicação com a frota em tempo real também auxilia neste processo, porque o condutor pode emitir alertas e receber apoio rapidamente em caso de algum problema de segurança.

Áreas de circulação restritas

Já levantamos este ponto em outro conteúdo e vale reforçar aqui: nas grandes cidades, além da situação de conservação das rotas e da segurança, há também as restrições. Muitas vias, especialmente nos centros, não permitem a circulação de veículos de grande porte.

Neste caso, o atacadista distribuidor precisa organizar de forma muito eficiente os pedidos, evitando que seu caminhão fique parado aguardando o horário de liberação da circulação. Além de optar por veículos menores para estes locais, o atacadista também deve contar com soluções de roteirização que utilizem mapas atualizados com frequência, contemplando possíveis alterações no trânsito da malha urbana.

Pontes e túneis também contribuem para o desafio de circulação porque impedem a passagem de determinados veículos. Neste caso, desvios são necessários para que a frota consiga finalizar as entregas. Sem contar que, no quesito restrição há ainda a dificuldade de parada nos grandes centros. Se o cliente não possui estacionamento próprio para carga e descarga este processo pode ser ainda mais moroso, já que o motorista precisa encontrar o lugar adequado para parar.

Na sua empresa, quais outros desafios de circulação fazem parte da rotina logística? Como seu atacadista distribuidor lida com essas situações? Conta pra gente!

Solicite uma Demonstração

Imagem: Revolver Creative Company on Unsplash

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.

Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.

SOBRE A

Fundado em 2003, o KaBuM! foi um dos pioneiros no comércio eletrônico brasileiro e hoje é o maior e-commerce do segmento de tecnologia na América Latina.

Com mais de 20 mil produtos em seu catálogo, o KaBuM! está sempre à frente e traz em primeira mão os melhores lançamentos do mercado mundial. São mais de 8 milhões de pessoas atendidas e entregas realizadas em todas as regiões do país, totalizando mais de 5.000 cidades.

O e-commerce é um dos sites mais acessados do país e lidera o ranking das lojas virtuais mais recomendadas pelos consumidores brasileiros, no segmento de tecnologia*, com os principais índices de avaliação e selos de qualidade da internet.