Greve dos caminhoneiros: como reduzir o impacto de paralisações

Depois do episódio de 2018, quando o país parou por cerca de 10 dias, novas paralisações entram na pauta da categoria. Em fevereiro de 2021, por exemplo, associações se mobilizaram com a pretensão de parar o transporte nas rodovias. E o movimento é cíclico: pautas como o preço do combustível, condições de trabalho e regulação de tabelas de frete levam profissionais a iniciarem greves pelo país. O resultado? Entregas atrasadas, produtos perecíveis perdidos, dificuldade de abastecimento em diversos setores.

Driblar os desafios das paralisações não é fácil, mas a tecnologia é uma grande aliada neste sentido. Veja como nas nossas dicas abaixo!

Entendendo o desafio: as consequências de uma greve

Em 2018, quando o Brasil teve até então sua maior greve no setor de transportes, as perdas financeiras foram altas. De acordo com a Confederação Nacional da Indústria (CNI), em oito dias mais de US$ 1 bilhão foram perdidos em exportações. O prejuízo foi além do financeiro: o abastecimento de commodities também foi impactante.

Já na economia brasileira, a Secretaria de Política Econômica do Ministério da Fazenda estimou perda de R$ 15 milhões. Outros fatores que comprometeram as operações logísticas estão relacionados à segurança, como relatos de profissionais coagidos a pararem e que ficaram presos em rodovias interditadas.

Mas é possível driblar uma onda de paralisações?

Com estratégia e uma operação logística madura é sim. Para isso, a digitalização é essencial. Apenas com uma gestão integrada das ações, com a possibilidade de comunicação em tempo real, otimização de rotas e fluxo de contratações de fretes bem definido é possível operacionalizar melhorias no andamento das entregas.

Entre as questões que podem ser reorganizadas durante uma greve a partir de um bom software logístico estão:

Contratação de fretes

Seu fornecedor parou? As demandas que já estavam mapeadas agora precisam ser reajustadas? Com um sistema como o Tendering, da Lincros, é possível combinar uma série de fatores para a melhor contratação de frete. Assim, além de mapear os preços mais acessíveis, sua empresa pode contratar fornecedores qualificados que seguem atuando. E, além disso, possibilita uma visualização transparente dos contratos firmados, garantindo compliance na negociação.

Monitoramento da frota

Já imaginou o tamanho do prejuízo que seu negócio pode ter se uma carga perecível ficar parada? Além do prejuízo relacionado ao não cumprimento de prazos, o próprio conteúdo do veículo precisará ser reposto ao fim da greve. Ou seja: perda em dobro. Mas com um software integrado que permita desde o desenvolvimento da rota até o monitoramento da entrega ao ponto final, as perdas serão drasticamente reduzidas.

Por exemplo: com um sistema de roteirização integrado a mapas atualizados com frequência sua equipe pode identificar pontos de gargalo. E criar desvios para que os motoristas não fiquem presos em manifestações. Outro fator positivo é que um sistema logístico traz a opção de acompanhamento da entrega através de monitoramento em tempo real. Sua equipe de base se comunica com os profissionais em campo, transmitindo orientações e auxiliando em medidas de contenção e até mesmo resgate de carga perecível.

Não pague por serviços não fornecidos

Em greves é comum que empresas percam o controle do que foi ou não efetuado em relação a serviços contratados. Quando você monitora a operação logística de ponta a ponta pode verificar com confiabilidade dados sobre a realização das entregas.

Com estes cuidados e um processo digitalizado, seu negócio pode dirimir perdas em uma eventual greve dos caminhoneiros. E ainda reforçar o relacionamento com o cliente, com o diferencial de cumprimento de prazos de entregas.

Foi o que muitos clientes da Lincros fizeram em 2018. Quer saber mais sobre a experiência deles e como os apoiamos neste processo? Entre em contato com nossa equipe e fique por dentro das boas práticas do mercado logístico.

Crédito de imagem: unsplash/CC

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.

Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.

SOBRE A

Fundado em 2003, o KaBuM! foi um dos pioneiros no comércio eletrônico brasileiro e hoje é o maior e-commerce do segmento de tecnologia na América Latina.

Com mais de 20 mil produtos em seu catálogo, o KaBuM! está sempre à frente e traz em primeira mão os melhores lançamentos do mercado mundial. São mais de 8 milhões de pessoas atendidas e entregas realizadas em todas as regiões do país, totalizando mais de 5.000 cidades.

O e-commerce é um dos sites mais acessados do país e lidera o ranking das lojas virtuais mais recomendadas pelos consumidores brasileiros, no segmento de tecnologia*, com os principais índices de avaliação e selos de qualidade da internet.

Confira também os episódios do videocast Café com Logística sobre assuntos relacionados:

LINCROS

Conheça outros semelhantes:

Lincros no Monitor Mercantil

Lincros: Pilares e Público-alvo

Matéria publicada no dia 09/03/2023 na coluna Três Perguntas do jornalista Jorge Priori no Jornal Monitor Mercantil traz a essência da logtech Lincros pelas respostas do CEO Gilson Chequeto.