Redução de custos logísticos aliado a tecnologia

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Quais seriam os benefícios de implementar a tecnologia para a redução de custos logísticos na sua operação? Saiba como a logística integrada a tecnologia pode trazer mais eficiência e produtividade nos processos logísticos da sua empresa

Uma das maiores preocupações do universo corporativo na logística é a performance de processos operacionais de transportes. Com objetivo de obter a redução de custos logísticos e aumentar a produtividade.

Afinal, modelos de negócio sustentáveis que otimizam o uso de recursos têm levado muitas empresas a alcançar crescimentos exponenciais no mercado. Para isso, um bom TMS, sistema para gestão logística, pode ajudar quem entende a importância de executar as operações com mais agilidade e eficiência.

Um dos grandes desafios que as empresas precisam enfrentar é criatividade e inovação a fim de tomar decisões estratégicas. As novidades no setor não param de crescer e se reinventar, então que tal usar a tecnologia a seu favor e rever seus processos operacionais?

A tecnologia é fundamental para uma ação estratégica, rápida e focada em otimizar processos com os indicadores de desempenho. Além de temas como aumento de produtividade, integração das informações e influência da tecnologia na redução dos custos operacionais.

Este artigo vai proporcionar o empurrãozinho que falta na sua empresa! Não fique de fora das inovações e tendências que o mercado de transporte de cargas oferece!

Por que investir em tecnologia para a redução de custos logísticos?

Diariamente, muitas empresas sofrem com corte de gastos e apertos financeiros, o resultado? Deixam de investir em tecnologia por acharem que não é necessário. E ainda, não entendem a importância do investimento em uma solução a fim de reduzir falhas operacionais e retrabalhos. Mesmo que haja um custo de implantação, a adoção de novas ferramentas pode trazer grandes resultados na operação como um todo. 

Soluções tecnológicas ajudam a minimizar falhas. Principalmente no gerenciamento e coleta de dados, visto que gerenciar o volume de informações não é uma tarefa fácil. Entre outros benefícios como análise, visibilidade e acompanhamento dos processos. 

A partir do momento que um sistema capaz de unir todos esses dados e integrá-los a uma mesma plataforma é a aposta certa para quem precisa de redução de custos. 

Estamos em uma época em que os gadgets, aplicativos móveis e novidades tecnológicas surgem com uma velocidade assustadora. Estar atualizado sobre soluções para o seu negócio é indispensável para garantir seu lugar no mercado e torná-lo mais competitivo.

Além de um aparato tecnológico com uma operação enxuta e confiável, é importante uma equipe com mão de obra focada e comprometida com os resultados. Equipe motivada é sucesso na certa.

Como usar a tecnologia a seu favor para a redução de custos logísticos

Você ainda não está convencido que a tecnologia é capaz de ajudar na redução de custos logísticos e otimizar seu processo? Ajudaremos você a entender melhor com exemplos de soluções voltadas à otimização de processos e lucratividade. 

1- Integração das informações na gestão dos transportes 

Não há dúvidas de que integração entre funcionários, sistemas e informações gera o melhor resultado para a empresa. Para isso, é importante implantar um software de gestão logística de transportes, comumente chamado de TMS (em inglês: Transportation Management System).  Invista em uma solução adaptada às dores da sua empresa. E ainda, que se alinhe aos objetivos e metas da organização como um todo.

TMS é um conceito que engloba todos os processos da cadeia logística dos transportes, ele é capaz de centralizar informações e armazenar dados na mesma plataforma, isso significa ter acesso a informações como captação de propostas de transportadoras, tabelas de fretes, cotações spot, auditoria de conhecimentos e faturas, acompanhamento de entregas e APP mobile, roteirização, controle de docas, pátio e portaria, relatórios instantâneos e uma plataforma de Business Inteligence que facilita a tomada de decisões e permite monitorar a performance de toda a operação logística.  

Além de facilitar o acesso aos dados, soluções desse tipo evitam retrabalho. Elas atestam com mais exatidão aos números e permitem uma análise completa das operações. Como os dados são todos enviados para o ERP, é possível cruzar informações facilmente e obter análises decisivas para o bom andamento do negócio

Se tudo estiver centralizado em um mesmo sistema, a consulta às informações é facilitada, gerando automaticamente melhoria nos resultados.

2- Otimize o processo e tenha assertividade nas rotas

Qual a melhor rota a ser efetuada pelo motorista? Qual é o cliente para quem devo entregar primeiro? Qual devo deixar por último? Qual a quantidade de entregas que posso acomodar no veículo para que certamente a equipe cumpra a jornada líquida adequada?

O roteirizador é um software capaz de definir rotas e otimizar a sequência de entregas e auxiliar em todas estas respostas.

Com essa otimização da logística, os custos são reduzidos e a competitividade é ampliada. O programa consegue calcular distâncias, gerindo recursos financeiros com combustível e até gastos com pedágios. Fornecendo informações básicas ao programa, ele consegue planejar e reduzir custos logísticos com rotas rodoviárias.

Na ferramenta, você cadastra cada veículo, motorista e importa os pedidos de entregas. Com esses dados, o roteirizador calcula o valor aproximado que será gasto em combustível. Tudo isso, com base na rota traçada. Que define a melhor rota e te dá informações como por exemplo, a jornada do motorista, evitando gastos com horas extras. 

Ele também pode apontar a rota mais rápida (dando preferência às rodovias principais). Ou ainda, a rota mais curta (independentemente do tipo de pavimentação ou velocidade da rodovia). Pode ainda levar em consideração o horário de recebimento estipulado pelo cliente para definir qual a sequência de entrega mais adequada.

Com um roteirizador, o gestor consegue analisar rapidamente e com precisão o aproveitamento ideal dos recursos no processo de distribuição.

3- Monitore as entregas em tempo real

Monitorar entregas em tempo real permite que a central tome decisões táticas e estratégicas. Tudo isso no menor tempo possível quando algo não sai como previsto.

Se o motorista puder informar os motivos de uma parada, como defeito no veículo, acidente, almoço ou abastecimento, o gestor pode reavaliar uma rota e informar o cliente sobre possíveis atrasos e o porquê da demora.

Nele, há um dashboard que conta com informações como gráficos das entregas, status, motivos das devoluções, entre outros fatores, permitindo uma gestão preventiva ao invés de reativa. 

Um resultado bem comum nas empresas que adotaram um sistema do tipo é a redução no número de devoluções. O motivo? Com conhecimento da situação em tempo real, o gestor tem suporte para reverter as devoluções de mercadoria. Podendo checar rapidamente informações da entrega e repassá-las com segurança ao motorista.

Essas tomadas de decisão rápidas são fundamentais. Desde um mal entendido com o cliente, ou mesmo um erro de logística, possam ser consertados sem a devolução dos produtos. O que otimiza as rotas, reduzindo custos.

Atacadistas sabem que uma devolução se torna um problema ainda maior quando é de mercadoria perecível. Quando um varejista recusa uma entrega, o prejuízo pode ser gigante. Isso acontece quando uma dessas entregas volta até a central de distribuição, os prazos de validade já estão contando.

Embora o consumidor final não tenha acesso a esses produtos nas prateleiras da loja. Resultado: a chance de venda diminui, se não acabar, já que a validade pode atingir o prazo mesmo antes de a nova entrega acontecer.

4- Saiba onde a frota está

O georreferenciamento do veículo é feito por meio de um rastreador. Graças ao sistema, as informações da rota deixam de ficar apenas com o motorista. Quando esses dados são enviados automaticamente à central, as rotas podem ser otimizadas e a redução de custos logísticos é consequência para a operação.

Essa ferramenta evita desvios de cargas, entregas em pontos errados e permite verificar se estão sendo feitas nos locais e horários adequados. Em tempo real, o gestor consegue ver a rota percorrida pelo caminhão versus a rota traçada originalmente para ele. Se houve algum desvio, a central pode contatar a equipe de entrega imediatamente, pedindo informações do motivo.

Esses dados ajudam a central a identificar se está havendo desvio de carga. Por exemplo, o apontamento com precisão o local de entrega determinado, além disso a localização do veículo quando o motorista indica entrega efetuada. A localização da frota também ajuda na negociação com um cliente quando ocorre um atraso na entrega.

Imprevistos comuns na estrada, como congestionamento provocado por acidentes ou mesmo obras na pista. Eles são capazes de atrasar operações e podem abalar a credibilidade do fornecedor se ele não souber o que está acontecendo.

Quando o gestor de operações está ciente do ocorrido, ele pode estimar um novo prazo de entrega para o seu cliente. Sem a geolocalização e com escassez de informações, uma desconfiança é imediatamente gerada. O cliente pode se sentir enganado, o que afeta a credibilidade de tal forma que a empresa não consegue mais restabelecê-la.

5- Faça relatórios analíticos para obter a redução de custos logísticos

Relatórios analíticos são capazes de detectar problemas recorrentes e falhas no processo logístico. Nessa etapa de avaliação, um sistema que integre informações é essencial.

Imagine uma solução que mostra ao gestor o relatório do que era previsto versus o que foi realizado.

Desde a sequência de rotas até o prazo para as entregas just in time: o gestor pode comparar várias etapas do processo de entrega e analisar como é possível otimizá-las e ter todas entregues no prazo estabelecido. É como se um software fornecesse um feedback das operações.

Com os dados em mãos, alterações que melhorem as operações de entrega podem ser colocadas em prática com mais certeza de bons resultados.

Relatórios são importantes também para checar o andamento da equipe de entregas.

Se o atraso das operações está sendo recorrente, pode ser a hora de parar e conversar diretamente com os funcionários. Para saber exatamente o que está acontecendo e o que pode ser feito para melhorar. Isso é possível devido a alguns programas mostram o tempo estimado e o realizado. O que dá autonomia ao gestor para comparar os resultados.

Se você chegou até aqui, certamente já entendeu por que é preciso investir em tecnologia na sua operação logística. Estar atento a novidades do mercado ajuda a saber quais delas se alinham com os objetivos da sua empresa.

 

Fica evidente que para uma boa gestão nos dias de hoje, é preciso investir em tecnologia. Para o processo é necessário ter a centralização de informações. Além disso, uma gestão eficiente certamente será o vetor de uma redução de custos no futuro.

Se você ficou com dúvidas sobre o assunto ou tem interesse em saber mais sobre tecnologia para gerenciamento de entregas, entre em contato com a Lincros.

Obrigado pela leitura e até a próxima!

 

 

Últimos posts por Janaína Caroline Zwicker (exibir todos)

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!

Deixe seu comentário

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.


Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.
Nova call to action

Recomendamos para você:

O que é redespacho?

Muitas pessoas têm dificuldade para identificar o que é redespacho e como isso acontece. E é uma dúvida muito recorrente de quem chega aqui na Lincros, por isso decidi escrever esse artigo para vocês.
All articles loaded
No more articles to load
lincros

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa

Obrigado por entrar em contato conosco!

Insira seu nome e e-mail para prosseguir para o WhatsApp

lincros

Conecte sua cadeia de transportes ponta a ponta

Uma plataforma. Controle total.