4 dicas para redução de custos operacionais de entrega

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Logística e gerenciamento da cadeia de suprimentos não são novas ferramentas de gestão no mercado. De acordo com Martin Christopher, autor de “Logística e Gerenciamento da Cadeia de Suprimento”, elas são usadas desde os tempos das construções das pirâmides pelo povo egípcio e também na formulação de estratégias de guerra. Hoje, a logística é utilizada para redução de custos operacionais, em outras palavras, para diminuir os custos aumentando os lucros. O que é necessário para a gestão de processos eficientes.

Apesar de antiga, a logística tem mudado os conceitos e formas de gerir os estoques e as entregas de mercadoria.

Se, antigamente, ela poderia ser chamada apenas de ferramenta, hoje é considerada uma das principais armas de uma empresa. É por meio de uma logística eficaz com indicadores de desempenho, que empresas conseguem melhorar o funcionamento interno. E ainda, integrar processos e dar maior comodidade e rapidez no atendimento dos clientes.

Para o auto do livro “Gestão de Estoques na Cadeia de Logística Integrada”, Hong Yuh Ching, o controle de estoque é responsável por absorver até 40% dos custos totais de uma empresa. Isso significa que tudo começa ali e que essa etapa precisa de atenção também.

Além dessa, existem tantas outras que merecem atenção. Nesse post, vamos dar 4 dicas para redução de custos operacionais de entrega. Para isso você precisa:

1. Centralizar informações

Com tantos processos envolvidos durante as operações de entregas, integrar todos é o melhor caminho para não gerar retrabalho ou confusão de informações. Para isso existe o ERP (Enterprise Resource Planning). O ERP é um software de gestão geral da empresa.

Um dos recursos para acabar com a conferência manual e todos os erros que vêm dela é a checagem por rádio frequência. A ferramenta permite uma conferência exata das mercadorias por meio de seus códigos de barras, os chamados EAN’s (European Article Numbering) e DUN’s (Distribution Unit Number), diminuindo drasticamente as chances de erro humano.

3. Otimizar a rota de entrega

A otimização da rota é fator fundamental para reduzir custos operacionais quando uma mesma viagem destina-se a atender a várias entregas. A melhor maneira é identificar a rota mais econômica ou mais rápida e que atenda a todos os pontos de entrega, minimizando assim os custos de transporte.

4. Certificar entregas

Inúmeros cases já mostraram que a certificação de entrega diminui o número de devoluções. Com um simples smartphone ou um teclado logístico, o motorista troca informações sobre problemas encontrados no caminho com a central. Esse processo é feito de maneira digital e em tempo real.

A central pode atuar o mais rápido possível e tomar decisões importantes mais assertivas. Sabendo o que está acontecendo com sua equipe, a central informa o cliente sobre eventuais atrasos e evita um abalo na credibilidade da empresa.

Além disso, você tem alguma dica para redução de custos operacionais de entrega? Compartilhe nos comentários!

Crédito de imagem: Joost J. Bakker/CC

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!

Deixe seu comentário

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.


Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.
Nova call to action

Recomendamos para você:

O que é redespacho?

Muitas pessoas têm dificuldade para identificar o que é redespacho e como isso acontece. E é uma dúvida muito recorrente de quem chega aqui na Lincros, por isso decidi escrever esse artigo para vocês.
All articles loaded
No more articles to load
lincros

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa

Obrigado por entrar em contato conosco!

Insira seu nome e e-mail para prosseguir para o WhatsApp

lincros

Conecte sua cadeia de transportes ponta a ponta

Uma plataforma. Controle total.