Montagem de Rotas de Entrega: Tudo que você precisa saber

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Neste artigo você verá situações que todo embarcador que possuí frota própria ou dedicada deveria observar com cuidado e atenção para gerir com eficiência a montagem de rotas de entrega.

A redução de custos logísticos é um termo que rege muitas reuniões do setor. O futuro da sua empresa deve ser planejado com embasamento de dados que compõe os erros e acertos das decisões tomadas no dia-a-dia. 

Se você é um embarcador e está buscando caminhos para reduzir o custo das viagens e aumentar a eficiência no momento da entrega você já deve ter lido sobre roteirização. O diferencial competitivo começa com um bom planejamento estratégico e termina após a entrega ser realizada. Gerando assim, resultados financeiros que impactam no valor final do produto, sendo decisivo para alcançar nível de serviço que sua companhia espera.

A montagem das rotas de entrega tem como objetivo reduzir custos logísticos e aumentar o nível de serviço prestado pela instituição, que deverá seguir uma série de regras que vão variar de acordo com as normas impostas.  

Roteirizar veículos vai muito além da definição de qual região deverá ser atendida primeiro. É um processo para determinação dos sequenciamentos das paradas e consequentemente das entregas, sempre procurando atender o maior conjunto de locais dispostos dentro da área qualificada pelo time comercial.

Vários parâmetros são levados em conta. Caso seu cliente possua uma restrição de entrega, só será possível definir o caminho mais adequado se o trânsito for considerado na análise. A distância, as condições de estrutura urbana como asfalto, altura de viadutos e risco de segurança também devem ser levados em consideração. Mas é claro, sem esquecer do tempo de descarga.

Como é o seu processo de Montagem de Rotas de Entrega hoje?

Tendo em vista a importância da atividade, é possível visualizar que essa função não deve se manter nas mãos dos executores. Esse processo deve estar focado na execução e apontamento dos processos em andamento. 

De maneira alguma essa função será bem executada se não for fundamentada no modelo de negócio previamente definido por diretrizes da organização e atualizada com os indicadores de performance (KPIs). O objetivo de tudo isso é satisfazer as necessidades de seus clientes, fazendo com que a mercadoria esteja no lugar certo e no tempo certo.

Para ter uma participação relevante no mercado é preciso analisar os melhores caminhos a serem percorridos a fim de garantir que o melhor trabalho está sendo desempenhado para a satisfação do cliente. 

Você enfrenta dificuldade para analisar todas as variáveis?

Com um alto volume de pedidos por dia e uma grande frota, torna-se impossível verificar todas as variáveis que permeiam essa análise minuciosa. Dificilmente é alcançada a excelência quando a roteirização vigente é feita de maneira manual. Sobretudo quando se trabalha com restrições de entrega e roteirização manual, por isso, é hora de atualizar alguns processos em sua organização se você está enfrentando alguns dos pontos a seguir:

  • Alto custo por viagem;
  • Roteirização por regiões ou bairros;
  • Alto custo com horas extras;
  • Perda de entregas por não atender restrições;
  • Má distribuição da frota;
  • Falta de sequenciamento lógico de pedidos;

Outros pontos fundamentais para gerenciar melhor uma frota é tomar cuidado para que a rota traçada seja a mais eficaz. Podem ser necessários determinados apoios para ter certeza do que acontece na rota, como o uso de relatórios analíticos para captação de dados que serão aplicados em roteirizações futuras. Já o uso de um GPS rastreador poderá deixar todo o processo à vista, além de prestar suporte quando imprevistos acontecem. 

No entanto, o apoio de tecnologias secundárias não deve sanar todos os problemas, pois um sinal de GPS apenas serve como uma indicação de localização. Contar com um aplicativo para apontamento é fundamental para a visão global do processo de entrega.

Roteirizar é planejar a fidelização do cliente

O foco da roteirização está em planejar minuciosamente seus próximos passos, e consequentemente minimizar custos do atendimento. Tendo que levar em consideração os pontos de entrega, suas peculiaridades, e a capacidade do veículo. Sem deixar de lado um dos diferenciais que é observar com atenção o trabalho de prevenção, para que ocorram ações rápidas que vão solucionar ocorrências indesejáveis.

Se você percebeu que em sua corporação alguns desses erros vem acontecendo, baixe nosso e-book gratuito e entenda como transformar sua montagem de rotas e monitoramento de entregas.


João Sartor

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!

Deixe seu comentário

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.


Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.
Nova call to action

Recomendamos para você:

logística reversa

Afinal, o que é logística reversa?

A logística reversa, também conhecida como logística reversível ou inversa, é o processo de planejamento, implementação e controle da eficiência e eficácia dos custos, dos
All articles loaded
No more articles to load
lincros

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa

Obrigado por entrar em contato conosco!

Insira seu nome e e-mail para prosseguir para o WhatsApp

lincros

Conecte sua cadeia de transportes ponta a ponta

Uma plataforma. Controle total.