Quando cortar custos de logística pode ser um erro?

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Quando a empresa se vê em uma situação financeira complicada, uma das alternativas é cortar custos de logística. Apesar de movida por uma necessidade, essa situação deve ser vista com cautela, já que pode comprometer a qualidade do serviço, a reputação da empresa e até a segurança dos funcionários.

É evidente que, em um cenário de crise, alguns custos podem ser reduzidos, otimizando processos, fazendo trocas de fornecedores e revendo velhas práticas. Se o momento da sua empresa é esse, planeje antes de tomar qualquer atitude e atente-se especialmente para três pontos: risco, qualidade e futuro.

3 pontos que precisam ser analisados ao cortar custos de logística

Nenhuma empresa deseja passar por um momento financeiro complicado, mas ele é inevitável em muitos casos. Quando vistos com inteligência e cautela, é possível passar por períodos de instabilidade sem grandes prejuízos para o negócio. Tratando-se, especificamente, de cortar custos de logística, separamos 3 pontos de atenção cruciais. Não reduza custos a ponto de:

Oferecer riscos aos funcionários

Cortar despesas com segurança do trabalhador, manutenção de caminhões, ou qualquer outra que ofereça risco aos funcionários nunca é uma boa ideia. Imagine que, por conta desse descuido, um de seus funcionários sofra um acidente. Além de manchar a imagem da empresa e gerar um trauma irreparável, uma indenização como essa pode falir de vez o orçamento do seu negócio. Por isso, pense bem antes de cortar qualquer custo logístico relacionado à segurança.

Comprometer a qualidade do serviço

Conquistar clientes é uma tarefa nada fácil. O relacionamento se estabelece por meio de confiança e qualidade do serviço. Se cortar custos de logística for tão drástico a ponto de comprometer a reputação da sua empresa, pise no freio.

Fique atento às reclamações dos clientes, procure saber o que está acontecendo e sempre corrija os erros. Se cortar gastos significar a perda de clientes, a situação de crise tende a piorar e sua empresa pode até precisar fechar as portas.

Tornar a empresa pouco competitiva no futuro

Esse é o ponto mais complicado, porque não pode ser percebido a curto prazo. Nesse caso, cortar custos de logística significa não fazer investimentos. Isso pode comprometer a competitividade da sua empresa, já que a torna defasada em relação às outras. Tenha em mente que o corte de custos de logística precisa ser inteligente e eficaz.

Por mais contraditório que pareça ser em um momento de crise, investir em tecnologia pode ser a saída mais simples. Assim que a situação se estabilizar, experimente fazer simulações investimento x retorno financeiro de investir em uma solução tecnológica. Dessa forma, sua empresa se mantém competitiva, corta gastos e, de quebra, melhora a qualidade dos serviços.

Ficou interessado em cortar custos de logística? Deixe um comentário para nós ou entre em contato.

Já conhece nosso Podcast? Vem tomar um café com a gente!

Deixe seu comentário

Receba os melhores conteúdos sobre logística no seu e-mail e otimize a gestão da sua empresa.


Os conteúdos são 100% gratuitos e você pode parar de receber quando quiser.
Nova call to action

Recomendamos para você:

O que é redespacho?

Muitas pessoas têm dificuldade para identificar o que é redespacho e como isso acontece. E é uma dúvida muito recorrente de quem chega aqui na Lincros, por isso decidi escrever esse artigo para vocês.
All articles loaded
No more articles to load
lincros

Receba os melhores conteúdos sobre logística e ​otimize a gestão da sua empresa

Obrigado por entrar em contato conosco!

Insira seu nome e e-mail para prosseguir para o WhatsApp

lincros

Conecte sua cadeia de transportes ponta a ponta

Uma plataforma. Controle total.